Notice: WP_Scripts::localize foi chamada incorretamente. O parâmetro $l10n deve ser um array. Para passar um dado arbitrário para os scripts, use a função wp_add_inline_script() ao invés. Leia como Depurar o WordPress para mais informações. (Esta mensagem foi adicionada na versão 5.7.0.) in /var/www/html/wp/wp-includes/functions.php on line 5535

Esses são os 3 segredos para emagrecer de vez que ninguém te conta

calendar Publicação: 06/01/2022 - Última atualização: 21/02/2022
clock 1min
Ana Araujo
Ana Araujo

Editora

Voiced by Amazon Polly

Se as dietas para emagrecer que você vem tentando não estão adiantando, está na hora de descobrir o que fazer para emagrecer de vez. Médico renomado revela.

Contar calorias, passar fome, cortar gorduras do cardápio… anos da indústria da dieta martelando fizeram com que emagrecer de vez se tornasse uma missão quase impossível. 

“Cerca de 95% das dietas não funcionam a longo prazo. Depois de perder um pouco de peso no começo, as pessoas voltam a ganhar tudo de novo”, afirma o Dr. Wesley Schunk, médico estudioso do emagrecimento.

Na verdade, dietas baixíssimas em calorias desregulam o corpo de tal forma que podem desacelerar em até 30% o metabolismo.

Acreditar que restringir gordura levará a secar medidas é outro erro comum. De acordo com diversos estudos — inclusive este, publicado no jornal científico Nutrition & Metabolism —, cuidar do consumo de carboidratos e seguir apostando em gorduras boas é mais eficiente para emagrecer.

Se tudo o que te ensinaram sobre perder peso está errado, de acordo com a ciência, o que fazer para emagrecer com saúde e de vez? 

A seguir, o Dr. Wesley Schunk compartilha três segredos para emagrecer que ninguém conta.

Segredo #1 para emagrecer de vez: cuide deste órgão ignorado

Tudo que comemos passa pelo intestino — e aqui mora o perigo. Considerando a alimentação típica dos dias de hoje, é provável que este órgão esteja absorvendo uma série de toxinas e até mesmo metais pesados.

Este processo pode levar à disbiose intestinal, que é o aumento do número de bactérias ruins no intestino, que acabam se sobressaindo às bactérias boas que compõem a chamada microbiota intestinal.

“O aumento de bactérias ruins diminui a absorção dos nutrientes que comemos. Além disso, várias faculdades no mundo passaram a se debruçar em pesquisas para comparar o intestino das pessoas. De formas distintas, todas vêm chegando à mesma conclusão: essas bactérias ruins podem estar sabotando o seu emagrecimento”, alerta o Dr. Schunk.

Um dos estudos citados pelo médico é um conduzido pela Mayo Clinic, organização sem fins lucrativos dos EUA. Nele, dois grupos seguiram a mesma dieta, mas um deles emagreceu oito vezes mais que o outro.

O motivo? O grupo que perdeu mais peso tinha uma quantidade maior de bactérias boas do que ruins. 

Os segredos para emagrecer não param por aí.

Segredo #2 para emagrecer de vez: conheça os hormônios do emagrecimento

Como o maestro em uma orquestra, os hormônios regem tudo o que acontece no corpo. Porém, quando eles estão em descompasso, o som pode ser ensurdecedor. A dificuldade de emagrecer pode estar atrelada a isso.

Um destes hormônios é o GH, o hormônio do crescimento. 

Ele é responsável por queimar a gordura do seu corpo e transformá-la em músculo. Ao ativar de forma correta esse hormônio, você pode ter resultados incríveis para perder peso e ainda ficar mais definido”, conta o especialista.

Para que se tenha ideia, uma pesquisa publicada no New England Journal of Medicine mostrou que participantes perderam 14,4% de gordura e ganharam 8,8% de massa magra ao seguir um protocolo capaz de regularizar a produção do hormônio do crescimento.

Os ensinamentos do Dr. Schunk mostram como é possível ativar o GH, incluindo um exercício simples de apenas 7 minutos e a técnica milenar de alimentação que pode aumentar os seus níveis deste hormônio.

Segredo #3 para emagrecer de vez: coma da forma certa

Estranhou falarmos sobre dieta para emagrecer apenas no final? Para o Dr. Wesley Schunk, de nada adiantaria comer corretamente se você não soubesse dos segredos anteriores.

O médico defende, por exemplo, que comer a cada três horas não é nada eficiente para emagrecer. Aliás, essa afirmação é embasada por diversos estudos, um deles publicado no Medicine & Science in Sports & Exercise.

“Você tem que voltar a comer refeições com comida de verdade, com pratos diversificados, fartos e com muito sabor e muitas cores. Ninguém aguenta viver de alface e peito de frango — e isso não ajuda ninguém a emagrecer”, defende o Dr. Schunk.

Sim, um dos segredos para emagrecer é deixar os alimentos diet, light, sem sabor e sem graça de lado. 

“Um dos truques para poder comer bem — ao mesmo tempo recuperar o corpo doente — é saber o horário de comer e deixar de comer com o jejum intermitente, que é uma estratégia milenar das mais importantes para nossa saúde”, conta.

Jejum intermitente não é sinônimo de fome. Na verdade, ele é uma ferramenta que abre as portas para uma alimentação rica, saborosa e saudável — mas apenas se for feita da forma correta. 

Um estudo feito pela Universidade de Illinois de Chicago mostrou que o jejum intermitente foi capaz de reduzir em até 8% a gordura corporal das pessoas a partir de três semanas. Os pesquisadores também descobriram o poder da prática contra o diabetes tipo 2.

Ensinar você a fazer o jejum intermitente do jeito certo para emagrecer e ser mais saudável é a missão do Dr. Wesley Schunk. E ele não está sozinho: ele convidou a Dra. Carla Muriel, médica especializada em nutrologia e pós-graduada em medicina integrativa, para integrar o time que vai te ajudar a emagrecer de vez e com saúde.

Quer saber como aprender a fazer o jejum intermitente da melhor forma para emagrecer? Então, você precisa conhecer o método com 9 módulos que os médicos prepararam para você.

Referências

Fung, Jason. The Science of Why Caloric Restriction Fails. Better Humans.
Volek, Js et al. “Comparison of energy-restricted very low-carbohydrate and low-fat diets on weight loss and body composition in overweight men and women.” Nutrition & metabolism vol. 1,1 13. 8 Nov. 2004, doi:10.1186/1743-7075-1-13
Muñiz Pedrogo, David A et al. “Gut Microbial Carbohydrate Metabolism Hinders Weight Loss in Overweight Adults Undergoing Lifestyle Intervention With a Volumetric Diet.” Mayo Clinic proceedings vol. 93,8 (2018): 1104-1110. doi:10.1016/j.mayocp.2018.02.019
Rudman, D et al. “Effects of human growth hormone in men over 60 years old.” The New England journal of medicine vol. 323,1 (1990): 1-6. doi:10.1056/NEJM199007053230101
Miller, W C. “How effective are traditional dietary and exercise interventions for weight loss?.” Medicine and science in sports and exercise vol. 31,8 (1999): 1129-34. doi:10.1097/00005768-199908000-00008
Barnosky, Adrienne R et al. “Intermittent fasting vs daily calorie restriction for type 2 diabetes prevention: a review of human findings.” Translational research : the journal of laboratory and clinical medicine vol. 164,4 (2014): 302-11. doi:10.1016/j.trsl.2014.05.013

Ana Araujo
Ana Araujo

Editora